Expedição Jalapão

O DESTINO

O Parque Estadual do Jalapão, popularmente conhecido como “Deserto do Jalapão”, não só pelas dunas mais sim pela falta de pessoas por quilômetros quadrados, nosso destino é sem dúvida de tirar o fôlego. Com uma diversidade incrível de paisagens, fervedouros, cachoeiras, corredeiras, fauna e flora do ecossistemas, comunidades, capim dourado e muito mais.

 

A EXPERIÊNCIA

Se o Brasil tem muitas faces te apresentamos mais uma! Jalapão parece outra realidade, dunas ao lado de florestas, morros esculpidos pelo vento e chuva, fervedouros de água cristalina, cachoeiras e rio exuberantes, povos tradicionais que amam a terra onde vivem e o que fazem para continuar nela e cuidando dela com muito carinho! Jalapão é tudo isso e mais um pouco, nesse roteiro passamos pelos clássicos do Parque Estadual do Jalapão e conhecemos a cultura e iniciativas incríveis de lá.

Destaques

  • Fervedouros
  • Dunas
  • Rafting no Rio Novo
  • Experiências gastronômicas
  • Passeios contemplativos
  • Banho de rio
  • Visita à comunidades tradicionais

GALERIA DE IMAGENS

Roteiro

Expedição Jalapão

1° DIA: PALMAS – TAGUARUÇÚ

O destino do primeiro dia é no distrito de Palmas, Taguaruçú, um verdadeiro refúgio ecológico da capital, onde já podemos ter um gostinho da natureza que nos aguarda no Jalapão. Durante a manhã visitaremos o Centro de Artesanato . Almoçaremos na Fazenda Ecológica. Na parte da tarde renovamos as energias com um banho nas Cachoeiras Escorrega Macaco e Roncadeira. O Jantar e o pernoite será em Palmas/Taquaruçú.

2° DIA: PALMAS – PINDORAMA – PONTE ALTA DO TOCANTINS

Seguindo para Ponte Alta do Tocantins, nosso objetivo é a Lagoa do Japonês com suas águas calmas e cristalinas. A tarde saímos para a Pedra Furada. Um conjunto geológico em Arenito esculpida pelo vento e chuva, uma passagem surgiu na pedra, que proporciona ângulos diversos para ótimas fotos. Jantamos e passamos a noite em Ponte Alta do Tocantins.

3° DIA: PONTE ALTA DO TOCANTINS – MATEIROS

O primeiro destino do dia é a Cachoeira da Velha! Onde o Rio Novo deságua em duas quedas d’água em forma de ferradura, formando a cachoeira, essa vamos apenas comtemplar, pois a adrenalina do dia está reservada para o Rafting no Rio Novo! Após um treinamento e dicas para a prática segura do esporte, descemos algumas das corredeiras desse majestoso rio! O almoço do dia é na Comunidade Quilombola do Rio Novo. Já no meio da tarde vamos passear nas Dunas, ver o pôr do sol, momento que elas adquirem um tom alaranjado. A vista é cinematográfica! No começo da noite seguimos para Mateiros onde faremos o pernoite.

4° DIA: MATEIROS

Depois das altas doses de adrenalina de ontem, a manhã do quarto dia começa tranquila conhecendo a Cachoeira da Formiga, de cor verde-esmeralda, onde se pode relaxar com banho e flutuação. Depois de um relaxante banho é hora de conhecer o berço do artesanato do capim dourado, a Comunidade Mumbuca, formada por remanescentes de escravos, sua principal fonte de renda vem do capim dourado, ou seja vamos visitar a lojinha de artesanato deles. Almoçaremos na comunidade. No período da tarde faremos uma visita especial à casa da Doutora, filha de Dona Miúda, percursora do artesanato com o capim dourado. No meio da tarde conhecemos o primeiro fervedouro da nossa viagem, o fervedouro do Ceica com águas cristalinas. Janta e pernoite já em Mateiros.

5° DIA – MATEIROS – SÃO FELIX

Em nosso penúltimo dia acordamos cedinho para comtemplar o nascer do Morro do Jacurutu, e voltamos para a pousada para o café da manhã. Partimos para o Projeto Pé de Copaíba, um viveiro do cerrado com vivências e educação ambiental, ofertando produtos naturais direto das comunidades. Ainda no meio da manhã vamos conhecer o Quilombo da Prata, com direito a parada para banho no fervedouro do Buritizinho. O almoço será na própria comunidade. A tarde a visita é na casa do produtor Sr. Juraci que apresentará o seu modus vivendis e também a antiga técnica para fazer rapadura, também é possível degustar muitas da outras gostosuras que ele faz. No meio da tarde partimos para São Felix, lá no fervedouro do Alecrim tomamos um banho noturno. Jantamos e pernoitamos em São Felix.

6° DIA – SÃO FELIX DO TOCANTINS

E no nosso último dia conhecemos o Fervedouro do Bela Vista para um último banho de despedida nessas incríveis nascentes. Para garantir que a alma vai sair lavada dessa viagem passamos na cachoeira das Araras (uma diferente da que visitamos no primeiro dia) e já almoçamos por lá. Voltando a Palmas paramos na Serra da Catedral para as últimas fotos da viagem. Chegando a Palmas nosso guia os deixará no local combinado, hotel ou aeroporto. Fim dos serviços

Mais informações

Incluso

  • Transporte para a região do Jalapão em veículo 4×4, partindo de Palmas;
  • Transfer in/out Aeroporto/Pousada/Aeroporto;
  • Hospedaegm em apartamento duplo e/ou triplos com café da manhã;
  • Alimentação (café da manhã, almoço e jantar);
  • Taxa de visitação nos atrativos;
  • Guia de Turismo/Condutor de Turismo;
  • Seguro
  • Atividade de rafting no rio Novo (operação a partir de abril devido ao período chuvoso)

Não Incluso

  • Voos; 
  • Hospedagem e alimentação em palmas;
  • Bebidas alcoólicas e despesas de frigobar.

 

CONSULTE OPÇÕES DE CUSTOMIZAÇÃO PARA ESTE ROTEIRO

SOLICITE UM CONTATO

RECEBA UMA PROPOSTA