Alter do Chão a Bordo – Saídas Regulares, consulte as datas

O DESTINO

barco belle amazon navegando no rio tapajós em alter do chão

Barco Belle Amazon

Pegue o mapa do Brasil. Na curva mais fechada do Rio Amazonas, entre lagos, paranás, estreitos, igarapés, e a foz do rio Tapajós, se localiza a vila de Alter do Chão, pequeno município de Santarém, Pará. Suas praias de águas quentes e cristalinas foram listadas diversas vezes por jornais e revistas internacionais, como a mais bonita praia de água doce do mundo. É nesse vilarejo renomado também por sua culinária tipicamente amazônica, seu artesanato único, suas manifestações culturais e folclóricas, além da hospitalidade acolhedora de seu povo que tem início nossa expedição “Amazônia Sensorial”.

A EXPERIÊNCIA

uma praia em alter do chão

Navegando pelos rios Tapajós e Arapiuns na floresta fechada, irresistivelmente sedutora, misteriosa e gigantesca, nos transportamos para um raro universo de sensações visuais e olfativas. Onde é possível observar a riqueza biológica da maior floresta tropical do mundo, sentir o aroma das frutas amazônicas, ver que os céus estão sempre numa animação de asas e ouvir trinados e grasnares que enchem de vida as copas das árvores. É também ter a chance de conhecer as comunidades ribeirinhas, que vivem e resistem nas áreas com suas atividades econômicas, e se encantar com histórias e lendas da Amazônia narradas pelos moradores.

Datas do roteiro em 2023:
  • 16 a 20 de agosto
  • 16 a 20 de setembro
  • 11 a 15 de outubro
  • 11 a 15 de novembro | República
  • 09 a 13 de dezembro

Destaques

  • Caminhada na floresta
  • Contemplação do Pôr do sol
  • Banho de praias fluviais espetaculares
  • Jantar especial na praia – Piracaia
  • Conhecer o processo tradicional da farinha de mandioca
  •  Experiências saborosas com os melhores temperos da Amazônia
  • Acompanhamento de uma anfitriã Vivejar

GALERIA DE IMAGENS

Roteiro

DIA 1 – As boas vindas da Amazônia e os encantos da simpática vila de Alter do Chão

Da janela do avião, é a imensidão de águas doces da Amazônia do Pará que dá as boas-vindas à Santarém! A nossa equipe aguarda você, no aeroporto, para a viagem de 30 minutos de carro até Alter do Chão. Você vai conhecer um dos mais simpáticos vilarejos de toda a Amazônia, que reúne bons restaurantes à beira da orla e ao redor de uma charmosa praça central, além de lojas de artigos indígenas. Sua hospedagem em Alter é na Casa da Orla, exclusiva para nossos passageiros, no melhor ponto da vila, com vistas espetaculares para o Rio Tapajós e a Ilha do Amor. Lá, nosso anfitrião orienta como melhor desfrutar do seu dia de chegada.
Dia livre. Não estão inclusas as refeições e os passeios.

DIA 2 – A samaúma gigante na Floresta Nacional do Tapajós (C, A, J)

Logo após o café da manhã, sairemos de lancha rápida (voadeira) para a área da Floresta Nacional do Tapajós (conhecida como FLONA), uma importante unidade de conservação, com mais de 500.000 hectares. Atracamos em frente à comunidade Jamaraquá e, dentro dessa natureza intocável, se o grupo tiver disposição, faremos uma trilha longa na floresta primária para alcançar a famosa Samaúma gigante e saciar a alma aventureira em um dos mais belos igarapés da Amazônia. Considerada a vovó da floresta por ter cerca de 600 anos de idade, segundo cálculos de especialistas, essa gigante da Amazônia é extremamente generosa. Seus longos galhos e sua copa densa, é capaz de carregar nos braços e abrigar diversas espécies da flora, de pássaros e outros animais. A trilha pode ser encurtada, conforme o desejo do grupo. Almoçaremos na comunidade e no meio da tarde retornaremos de lancha para Alter do Chão, onde faremos o embarque de todo o grupo para dar início à navegação.

DIA 3- A aurora amazônica e seu famoso rio de águas negras (C, A, J)

Neste dia, acordamos no Canal do Jari, um pequeno braço do grandioso Rio Amazonas, para completar nossa rota pelos três ecossistemas fluviais e suas diversas riquezas de fauna. Um dos grandes espetáculos é a alvorada amazônica! A chegada do sol cria um verdadeiro festival de cores no céu e no reflexo das águas. Ver e ouvir o despertar da mata na sinfonia dos pássaros desse precioso universo, é um momento reservado para poucos aventureiros. Seguimos navegando em direção às águas negras do Rio Arapiuns, com seu deslumbrante cenário da floresta e de praias de areias brancas. Prepare a câmera. Os botos podem aparecer para acompanhar nossa viagem. A visita especial do dia é a uma das mais bem organizadas comunidades ribeirinhas da Amazônia: Anã. Lá, somos convidados para o almoço servido de pratos típicos e para conhecer o vilarejo, seu meliponário (abrigos para abelhas sem ferrão) e criação de peixe. Depois de descansar do passeio, serviremos, à bordo, um jantar especial preparado, com muito capricho, pela nossa tripulação com o melhor da culinária paraense. O programa mais indicado nessa noite é subir ao deck para contemplar o céu, as estrelas e os sons da floresta amazônica.

DIA 4 – Duas comunidades, inúmeras histórias: A tradição milenar da produção de farinha, a recuperação da espécia de tartaruga e o artesanato original (C, A, J)

Neste dia vamos enriquecer o seu repertório amazônico, fazendo uma visita, logo após o café da manhã, a uma típica casa de farinha onde somos convidados pela comunidade São Marcos a acompanhar o processo de produção dos derivados da mandioca – alimentos indispensáveis para os povos da floresta. Voltamos para relaxar e apreciar a praia. Nossa tripulação estará à sua espera para preparar caipirinhas com frutas locais, servir os tradicionais e irresistíveis petiscos ou estender uma rede na sombrinha de alguma árvore. No final da tarde, o nosso encontro é com a comunidade Coroca, outro importante vilarejo da região. Passamos para conhecer a lagoa das tartarugas e o berçário de tartaruguinhas do projeto de recuperação da espécie e damos uma pausa na bela loja de artesanatos, originais e de alta qualidade, produzidos pela comunidade. Vivenciamos uma verdadeira aula sobre a importância do turismo sustentável para a preservação da fauna, da flora e para todos os povos que dependem da vida da floresta. Para celebrar a última noite da viagem, preparamos, com muito capricho, um jantar especial na praia com a tradicional Piracaia: peixe assado na brasa.

DIA 5 - Rio Tapajós, o último mergulho (C)

No último dia da viagem, acordamos nas águas verdes do Rio Tapajós, com parada para um último mergulho de despedida. Retornamos a Alter do Chão para o desembarque. Nossa equipe conduzirá o grupo para o transfer até o aeroporto de Santarém, levando em conta que a maioria dos passageiros costuma embarcar no voo por volta de 12h.

Mais informações

Incluso:

  • Traslados in/out;
  • Veículo Exclusivo do grupo;
  • Anfitrião Vivejar;
  • 2 pernoites em casa privativa em Alter do Chão;
  • 2 pernoites em umas das embarcações em cabines privativas;
  • Refeições conforme mencionadas – Café da Manhã (C) / Almoço (A) / Jantar (J);
  • Frutas, lanches e bebidas (água, sucos, refrigerantes, cerveja e caipirinha) na embarcação;
  • Vivências, oficinas, workshops e passeios conforme descritos no roteiro;
  • Taxas de visitação/preservação;
  • Seguro Viagem

Não incluso:

  • Aéreo;
  • Despesas pessoais;
  • Demais refeições e itens não mencionados como inclusos. 

CONSULTE OPÇÕES DE CUSTOMIZAÇÃO PARA ESTE ROTEIRO

SOLICITE UM CONTATO

RECEBA UMA PROPOSTA