Estamos felizes e honrados de encerrar nosso ano de 2018 com a conquista de dois importantes prêmios nacionais de turismo, que fazemos questão de dividir com todos os nossos parceiros e amigos Brasil a fora. No dia 26 de outubro, em Ilhabela – SP, a Vivejar foi reconhecida como melhor Agência de Viagens pelo Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2018/2019.

 

Em 5 dezembro, conquistamos o 1o Prêmio Nacional de Turismo, realizado pelo Ministério do Turismo, no Rio de Janeiro. A Vivejar venceu na categoria Turismo de Base Local e Produção Associada ao Turismo, ao lado de outras iniciativas incríveis. “Esse prêmio não é só nosso. Ele é de todas as comunidades que trabalhamos em parceria; de todas as mulheres guerreiras que transformam essas experiências junto com a gente; do coletivo Muda!, que hoje trabalha para promover o Brasil como um destino de turismo responsável e, principalmente, de todos os povos tradicionais brasileiros, indígenas, quilombolas, ceramistas, ribeirinhos, caiçaras, todas as comunidades que a gente trabalha”, comemorou e dividiu a fundadora da Vivejar, Marianne Costa. “Esse é o nosso principal propósito: jogar luz nesse Brasil diverso e inclusivo”.

 

O Prêmio Braztoa é o principal prêmio dedicado ao turismo sustentável no Brasil e o primeiro do mundo a ter a chancela da OMT (Organização Mundial do Turismo). Desde 2012, ele reconhece iniciativas pioneiras de sustentabilidade e responsabilidade no turismo no país. Já o Prêmio Nacional de Turismo aconteceu pela primeira vez a partir de uma iniciativa inédita do Ministério do Turismo e reconheceu personalidades e projetos que contribuem de forma diferenciada para o setor.

 

“Estes Prêmios reforçam nossa energia e a certeza de que estamos no caminho certo para transformar o Brasil em um destino de Turismo Responsável”, disse Marianne. A Vivejar nasceu em 2016 com o objetivo de aproximar viajantes das raízes e culturas do Brasil, gerando inclusão social, renda e empoderamento feminino para comunidades tradicionais e experiências transformadoras para todos.