A agência Vivejar segue um modelo parecido. Ela oferece passeios para destinos como Alter do Chão (no Pará), Morro da Babilônia (no Rio de Janeiro) e Vale do Jequitinhonha (em Minas Gerais). Marianne Costa, cofundadora da agência, estima que entre 30% e 40% do investimento inicial fique na comunidade. A empresa prioriza o trabalho com mulheres, como as artesãs do Jequitinhonha.

 

Clique aqui e acesse a matéria na íntegra

Envie sua mensagem