Rota em Cantos da Chapada Diamantina

Este roteiro na Chapada Diamantina é ideal para quem busca ter experiências autênticas, que vão além do turismo de natureza. Vamos vivenciar o dia a dia das pessoas que moram e guardam o patrimônio ambiental e cultural deste lugar tão mágico. Você vai se encantar com cachoeiras deslumbrantes, e também com a hospitalidade típica do interior baiano.  Além, é claro, de atividades genuínas, como raspar o doce no tacho, colher a fruta do pé e degustar um cafezinho artesanal. Vamos visitar assentamentos de reforma agrária do entorno do Parque Nacional da Chapada Diamantina e conhecer histórias de vida felizes. Histórias de resistência de quem vive da agroecologia e têm orgulho de ser do campo.    

 

“Conhecer esses assentamentos simplesmente mudou a minha vida. Vi pessoas felizes, unidas, dinâmicas e organizadas, convivendo em harmonia com a natureza e produzindo alimento para toda região”, declarou Tulio Saraiva, fotógrafo e empresário.

foto de abertura: © Foto: Açony Santos / Nas Alturas

Galeria de imagens


clique nas imagens para ampliar

Dia a dia


Dia 1 | Salvador / Lençóis

Receptivo no aeroporto ou rodoviária de Lençóis e traslado até a pousada / hotel.

  • Jantar regional
  • Pernoite em Lençóis

Dia 2 | Poço Azul / Comunidade Rosely Nunes / Assentamento Baixão

Começamos o dia pegando estrada em direção ao Poço Azul, de água totalmente límpida.  Com cerca de 20 metros de profundidade, é um dos atrativos mais visitados da Chapada Diamantina por sua beleza surpreendente. Lá iremos flutuar em águas cristalinas e ter uma experiência inesquecível.

Depois seguimos de carro para a comunidade Rosely Nunes, para provar um delicioso almoço caseiro. Teremos tempo para prosear com os moradores e conhecer mais sobre os contos, histórias e modos da vida comunitária. À tarde, seguimos para visitar a casa de farinha comunitária, administrada pela Associação de Mães do assentamento e a sede do Prevfogo, brigada de incêndios florestais do IBAMA. A Chapada Diamantina é uma região muito conhecida por suas belezas naturais e, também, pela grande incidência de incêndios florestais que mobilizam toda a população do seu entorno em ações voluntárias e cooperativas.

Após conhecer a vida da comunidade, seguimos para o assentamento Baixão, onde iremos passar a noite.

  • Café da manhã
  • Almoço regional
  • Jantar regional
  • Pernoite no Baixão

Dias 3 | Cacheira Encantada / Baixão

Seguimos de carro até a entrada da trilha da Cachoeira Encantada, onde caminhamos 15 minutos até chegar ao cânion que dá acesso à cachoeira. Ficar aqui já é uma excelente opção para quem não vai fazer a trilha inteira até chegar a Cachoeira. Para os maisa aventureis, seguimos na caminhada dentro do enorme cânion, e no final somos presenteados com um poço maravilhoso que oferece um banho revigorante em frente à cachoeira de quase 200 m de altura.

Fazemos uma pausa para descanso, lanche e retornamos pela mesma trilha até o estacionamento. Voltamos de carro até a comunidade no final da tarde para o jantar com pratos típicos, feito com alimentos produzidos no próprio local. A noite faremos uma caminhada pela vila, quando é possível conhecer melhor a história e a cultura local.

  • Café da manhã
  • Lanche de trilha
  • Jantar regional
  • Pernoite no Baixão

Dia 4 | Baixão / Europa / Colônia

Após nosso delicioso café da manhã, iremos conhecer o modo de fazer e provar um delicioso alimento produzido com o aipim cultivado na região, o chimango, pãozinho feito com polvilho muito saboroso e que já se tornou produto principal em uma pequena empresa local dirigida por jovens.

Seguimos o dia com uma visita aos lotes produtivo e neste momento o visitante será apresentado a plantações de alimentos regionais feitos de forma agroecológica (sem uso de agrotóxicos) e usando princípios da permacultura. O visitante pode também realizar o “colha e pague”, atividade em que colhemos frutas direto do pé e desfrutar dos sabores orgânicos ao longo da viagem.

Retorno para a comunidade para um delicioso almoço regional e pausa para descanso à beira do rio Una.

A tarde seguimos para o assentamento Europa, onde iremos conhecer um pouco da vida na comunidade, antes do jantar com pratos típicos, feito com alimentos produzidos no próprio local. Após a refeição, seguimos para o povoado de Colônia, onde passaremos a noite.

 

  • Café da manhã
  • Almoço regional
  • Jantar regional
  • Pernoite em Colônia

Dia 5 | Cachoeira do Bom Jardim / Igatu

Após o café da manhã, seguimos de carro até o início da trilha da cachoeira do Bom Jardim, uma das cachoeiras pouco conhecidas da nossa Chapada Diamantina, mas com a exuberância característica das maravilhas da região. Depois de desfrutar o banho de cachoeira, retornamos pelo mesmo caminho até uma casa de família onde teremos um delicioso almoço regional no quintal da casa. Na sequência vamos conhecer uma fábrica artesanal de rapadura que funciona na própria casa, onde se preserva a forma tradicional de fazer um dos doces mais populares do nordeste brasileiro.

Terminando nossa experiência, seguimos de carro para a pitoresca vila de Igatu onde iremos passar a noite.

  • Café da manhã
  • Almoço regional
  • Jantar regional
  • Pernoite em Igatu

Dia 6 | City Tour em Igatu / Cachoeira do Mosquito / Por do Sol no Pai Inácio / Lençóis

A vila de Igatu é famosa por sua particular arquitetura toda feita com blocos de rocha abundantes na região que ficou famosa pelo garimpo de diamantes. Pela manhã, visitaremos a galeria de arte de Igatu e as ruínas da cidade fantasma. Depois, seguimos de carro até a cachoeira do Mosquito, onde iremos desfrutar de um delicioso banho, e logo depois teremos um almoço de comidas típicas. Para finalizar o dia iremos contemplar o visual impressionante do topo do morro do Pai Inácio, um dos cartões postais mais clássicos da região e retornamos a Lençóis no final da tarde.

  • Café da manhã
  • Almoço regional
  • Jantar regional
  • Pernoite em Lençóis

Dia 7 | City Tour em Lençóis / Parque da Muritiba

Para entender um pouco mais sobre a história dessa encantadora cidade em estilo colonial tombada pelo patrimônio histórico escondida no interior da Bahia, vamos percorrer as ruas estreitas e ladeiras de Lençóis conhecendo pessoas e locais que guardam nosso passado e explicam um pouco mais sobre a vida simples que levamos nessa pequena e cosmopolita cidade.

Para o almoço teremos uma aula prática de comida regional experimentando sabores únicos da Chapada ensinados por uma nativa do Remanso, antigo quilombo da região.

A tarde faremos uma caminhada ao longo do rio Lençóis para desfrutar belezas naturais como o Serrano, Cachoeirinha e Primavera, além de conhecer mais sobre a história do garimpo em nossa cidade.

  • Café da manhã
  • Almoço regional
  • Jantar regional
  • Pernoite em Lençóis

Dia 8 | Lençóis / Salvador

Despedida e traslado até o aeroporto ou rodoviária de Lençóis

O Roteiro Inclui:

  • Traslados terrestres (Aeroporto ou Rodoviária / hotel);
  •  07 pernoites em casa de moradores locais ou pousada bem simples / rural;
  •  Alimentação durante os passeios (conforme descrito);
  •  Passeios e taxas comunitárias de visitação;
  •  Guia de turismo credenciado;
  •  Anfitriã da Vivejar especializada;
  •  Seguro Viagem;

O roteiro inclui


Acomodação Familiar
Especialista
Guia Local
Passeios / Atividades
Refeições na comunidade
Seguro de Viagem
Transfers
Trilha

Mais informações


Dicas

  • IMPORTANTÍSSIMO:
    O consumo ou porte de álcool ou de substâncias entorpecentes lícitas ou ilícitas dentro da terra indígena é terminantemente proibido e sujeito a sanções impostas pelo conselho da Aldeia, o que pode implicar na interrupção imediata da viagem. Neste caso não há devolução de valores já pagos e os eventuais custos extras decorrentes da interrupção correm por conta do participante.
  • Qualquer produção de cunho jornalístico decorrente desta visita à Terra Indígena e sua divulgação depende de autorização específica obrigatória da Comunidade Indígena visitada e da FUNAI.
  • A disponibilidade de passagens rodoviárias entre Goiânia e Canarana é limitada e pode ser impeditivo para a confirmação de sua vaga na viagem. Quanto mais próximo do embarque, menor é a chance de confirmar. Não deixe para se decidir na última hora!
  • É proibido caminhar desacompanhado durante a visitação à Terra Indígena. Conforme estabelece a Instrução Normativa da FUNAI Número 003 de 2015.
  • O princípio desta viagem é vivenciar e experimentar a cultura e rotina da Aldeia, onde somos convidados da comunidade. A nossa visita deve causar o mínimo possível de impacto sobre a cultura do povo indígena, devemos sempre nos lembrar de que os visitantes somos nós, que o ritmo de vida por lá é completamente diferente do que estamos habituados e isto deve ser respeitado.
  • Dentro deste princípio é importantíssimo saber que a programação, por mais que tenha sido feita com antecedência pode ser (e provavelmente será) alterada localmente, de acordo com decisões do conselho da Aldeia, sem que possamos interferir nisto.
  • Durante toda a viagem a acomodação será feita em acampamento, onde dormiremos no chão, sobre isolantes térmicos. As instalações são extremamente rústicas, banhos são feitos no rio. Os sanitários são do tipo fossa seca.
  • Durante os dias de estadia na aldeia todas as atividades serão realizadas de forma coletiva, incluindo a manutenção da estrutura de apoio a nossa estadia, o que inclui, entre outros: ajudar na cozinha, lavagem de louças e panelas e manutenção das instalações.
  • Antes do embarque, você receberá uma lista com dicas sobre o que levar na bagagem, tente segui-la.

Vale lembrar

  • O roteiro possui sistema de gestão de segurança certificado pela ABNT ISO 21101 (Escopo: Escalada em rocha,rapel e trekking no Vale do Pati) com data válida para o ano corrente, atestando seu compromisso com a melhoria contínua dos resultados e a manutenção de todos os procedimentos de segurança da Norma Brasileira para as atividades de turismo de aventura.
  • O ministério da saúde recomenda (não obrigatório) a vacinação da febre amarela para todos os viajantes acima de 09 meses de idade que entram em zonas endêmicas no Brasil;
  • Em consonância com a deliberação normativa nº 161 de 09 de Agosto de 1985, da Embratur, em caso de desistência após assinatura do contrato de viagem, serão retidos: com até 31 dias de antecedência, 10% do valor total a titulo de despesas operacionais; entre 30 e 21 dias anteriores ao embarque, será retido 20% do valor do pacote; após os 20 dias anteriores ao embarque, 80% do valor do pacote.

O roteiro não inclui

  • Aéreo ou terrestre (Salvador – Lençóis)
  • Bebidas;
  • Nenhuma outra despesa não mencionada como inclusa

Solicite um atendimento


*informações obrigatórias







foto: © André Dib

Gostou deste roteiro?

Fale com nossa equipe e veja como vivenciar esta experiência

+55 11 3031 3034

mande uma mensagem