foto © André Dib

Vivejar: Viver com satisfação!

J. Guimarães Rosa

Vivejar: Viver com satisfação!

J. Guimarães Rosa

Histórico - Como nasce a Vivejar

Sempre acreditamos no turismo como vetor de desenvolvimento. Por isso, há 10 anos fundamos a Raízes Desenvolvimento Sustentável, que nasceu deste sonho coletivo no turismo de experiência: as viagens que transformam.

A partir desta trajetória de aprendizado e crescimento nasceu um projeto de turismo comunitário no Vale do Jequitinhonha, em 2012. Este roteiro foi crescendo e aproximando a empresa da realidade do Turismo Comunitário no Brasil. Seus resultados positivos confirmaram nossa premissa de que uma viagem transforma – e foram a principal inspiração para a criação da Vivejar.

Somada à experiência com projetos de desenvolvimento turístico em diversos segmentos e regiões do Brasil, percebemos que ainda existe um longo caminho pela frente para consolidar o Brasil como um destino turístico plural. O que, diga-se de passagem, é digno da sua abundância de paisagens e pessoas.

São muitos Brasis em um só e precisamos mostrar que somos belas praias, samba e futebol, mas também somos cultura, cultura gastrônomica, folclore, arte e sincretismo. Imagina tudo isso junto! Agrega valor ao produto turístico e serve como instrumento de inclusão, de geração e distribuição de renda, de troca de experiências, de conhecimento e de Transformação Positiva! Por isso dizemos sem medo: viajar transforma.

O que nos move

Com a missão de oferecer experiências de viagens transformadoras para indíviduos e comunidades locais aproximando diferentes realidades, a Vivejar quer ser reconhecida como uma operadora que materializa impacto positivo através do seu trabalho.
Vale do Jequitinhonha © André Dib

foto © André Dib

Como fazemos

A Vivejar mostra a essência do Brasil através dos nossos roteiros exclusivos. Nossas viagens de experiência mostram o melhor do Brasil: os brasileiros

Todos os nossos roteiros são baseados nos seguintes princípios:

Equipe

Marianne Costa

Empreendedora Social, sonhadora e mão na massa

Mari já passou dos 30, mas ainda mantem energia e otimismo dos seus 20. Mãe da Maria Luiza e ativista na causa do Empoderamento Feminino e do Empreendorismo, adora estar junto às comunidades tradicionais, conversando (adora!) e aprendendo (mais ainda!). Com experiências em Desenvolvimento local, Associativismo. Turismo Sustentável e Empreendedorismo, idealizou a Vivejar após 10 anos de muito aprendizado!

Matheus Marques

Gerente de Operações

Gestor Ambiental  de formação, com  23 anos descobriu sua paixão pelo turismo ao trabalhar durante 2 anos com o associativismo junto a empresários do setor de Ecoturismo. Neste tempo apropriou-se das relações institucionais, divulgação de destinos e normas de segurança para as atividades. Durante a graduação adquiriu interesse pelas temáticas de populações tradicionais brasileiras e introduz  sempre as premissas de sustentabilidade e impacto positivo na elaborações dos roteiros comunitários.

Lucila Egydio

Consultora

Consultora multifacetada, dinâmica, aberta e com experiências diversificadas, atua em projetos que unem sustentabilidade e desenvolvimento local e regional, bem como em educação e facilitação, qualificação em empreendedorismo e ecoturismo em diferentes locais do país e no exterior. Feliz e plena com sua trajetória diversificada e com os aprendizados que ela trouxe. E sempre ávida por mais caminhos, trocas e conhecimentos.

Sofie Carmlind

Anfitriã

Sofie é uma aventureira e uma entusiasta de viagens que se define como uma cidadã do mundo e chama muitos lugares de sua casa. Com experiência em estudos sobre paz e desenvolvimento e inovação social, ela dedica sua vida a mudança positiva. Ela é uma boa solucionadora de problemas, sempre otimista e apaixonada sobre os encontros, ouvir e ajudar as pessoas. Para além de seu interesse no mundo das viagens, ela também gosta de trabalhar em projetos sociais relacionados à alimentação.

foto: © André Dib

Conheça o impacto das ações da Vivejar

Acreditamos no poder do Turismo como ferramenta de transformação nas comunidades e visitantes